Free Image Hosting at www.ImageShack.us

Tristeza

Ela me vem como um filho
quando tudo se perdeu e de tão triste
ela vem

Quando não há escape
e tamanha é a dor
ela vem

Em momento quase mortal
como se possível livrar-me de aflito

Com dores de parto a concebo
desfaleço até poder vê-la chorar
trouxe consigo ais e risos

Sofro por ela, concebida em mágoas
olhos tristes, choram por mim
divide comigo a dor e sofre

Fraco que sou não suportei só
carrego essa tão nova de fardos
pesada quase não vem

Revela tristeza, torna tudo triste

Faço isso concebo filhos tristes
mensageiros a outros

Ouço a cantar e tudo é só tristeza
seus graves, seus agudos, seus falcetes e dissonantes
tentava me convencer

E de tão triste me fiz mais
tua tristeza me é estranha
companheira, ter alguém em essência

Agora levo-a a outros
achar alguém tão triste que leve

Mensageiro de tristeza e de tão bem faze-lo
desfaleço e quando pra morte compartilho a outros

Torno tudo mais triste, carrego tristeza de outros
devolvo
não peso dores, compartilho cruzes